dia 115 – WOK TO WALK

Hoje passámos o dia fora. O almoço foi no Forum Montijo… das cadeias de fast-food escolhi a WOK TO WALK. O menu permite variar bastante. Eu escolhi a base de vegetais com carne de vaca, caju e ananás, com molho Bangkok (caril com picante médio). O cozinheiro enganou-se e ainda adicionou um ovo. No fim “salpiquei” tudo com algumas sementes de sésamo.

Nunca tinha comido nesta cadeia e fiquei surpreendido. O atendimento foi impecável, o prato estava bastante quente (como eu gosto) e super saboroso (ham ham).

2 comments

  1. Bom dia!
    Encontrei este blog depois de andar a pesquisar informação no google sobre dieta de caçadores-recolectores. Comecei na 6.ª feira uma dieta semelhante e quase me atrevo a dizer que o Nutricionista deve ser o mesmo. Vou passar a vir aqui ao blog para me inspirar porque, confesso, fiquei um pouco bloqueada com a ideia de comer salsinhas e atum ao pequeno-almoço. Ao mesmo tempo, se calhar não é assim tão difícil, pelo que vejo.
    Obrigada pela iniciativa e a partir de agora, vou andar por aqui a perceber como é que posso tornar os meus dias alimentares mais coloridos e também pré-históricos! 🙂
    Boa sorte e continuação de uma boa dieta!
    Ana

  2. Ana,

    Obrigado pelo seu comentário.

    O pequeno-almoço foi efectivamente a refeição mais difícil de modificar, visto que as restantes eram relativamente semelhantes aquelas que eu já fazia (tirando o consumo de batata, arroz, massa, pão, etc.).

    Raramente comi atum e salsichas ao pequeno-almoço (como pode ver nos posts do dia 1 ao 50) porque efectivamente não me "caem" muito bem logo de manhã. As alternativas que segui foram ovos (feitos de diferentes maneiras) ou então fiambre, quase sempre acompanhado por fruta para equilibrar.

    Achei a dieta fácil de aplicar e manter porque é muito simples de entender o racional que está por detrás da mesma. Adicionalmente, no final da primeira semana já tinha resultados em termos de peso e bem estar geral.

    Da minha experiência, ajuda um dia por semana, comer um ou outro alimento "proibido", mesmo que seja em quantidades reduzidas, para manter a sanidade :-).

    Força e volte sempre.

    Renato

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *