dia 1318 – natal na caverna : tarte de maçã

Nesta época natalícia, ando a procurar e a experimentar receitas que me permitam “sair da linha” sem grandes estragos. Confesso que não vou deixar de comer as filhoses da minha mãe, cheias de mel e trigo, porque para além de fantásticas, fazem parte do um legado familiar e de uma tradição incontornável. No que toca ao resto vou ser mais restritivo.

Encontrei uma receita de tarde de maçã no site Autoimmune Paleo que resolvi experimentar. Deixo a receita em Português e fotografias do processo.

Para fazer a base

Para o recheio

Ingredientes da base
  • 1 chávena de farinha de araruta
  • ½ chávena de farinha de coco
  • 2 c. sopa de açúcar de coco
  • ¼ c. chá de sal
  • ¾ chávena de óleo de coco, frio
  • ½ chávena de água, fria

Ingredientes do recheio

  • 5 maças, descascadas, sem centros, cortadas em fatias finas
  • ½ chávena de açúcar de coco
  • 1 c. sopa de canela
  • ¼ c. chá de sal
  • sumo de ½ limão
Instruções
  1. Aquecer o forno a 175º C.
  2. Para fazer a base, combinar a farinhas de araruta, coco, açúcar e sal numa taça.
  3. Usando uma faca, cortar o óleo de coco em pedaços do tamanho de ervilhas. Juntar água fresca e misturar gentilmente tudo. 
  4. Colocar a mistura numa tarteira. Com os dedos, espalhar a massa uniformemente no fundo e nos lados.
  5. Picar a massa com um garfo, com cuidado para não descolar da tarteira.
  6. Cozinhar por 15 minutos e reservar enquanto se prepara o recheio.
  7. Colocar as fatias de maçã numa taça.
  8. Aquecer água numa cafeteira eléctrica ou panela. A quantidade de água deve chegar para submergir as maçãs.
  9. Quando a água estiver quente, juntar às maçãs até estas estarem cobertas. Deixar as maçãs na água quente durante 8 minutos, escorrer e reservar.
  10. Secar as maças com uma toalha.
  11. Combinar o açúcar com a canela e o sal numa taça grande e misturar gentilmente as maças.
  12. Colocar a mistura na base.
  13. Salpicar a tarte com o sumo do limão e cozinhar no  forno durante 30 a 35 minutos, até a crosta estar dourada.
  14. Deixar arrefecer 10-15 minutos e servir.

Notas Extra

  1. Usei uma forma para tarde com o fundo amovível. Foi um grande erro. O óleo de coco ao derreter aquando da cozedura da base, escorreu para fora da forma. Consequências: forno cheio de fumo e a base mais seca pois perdeu parte da gordura.
  2. Cortar o óleo de coco em pedaços realmente pequenos (tamanho de uma ervilha) para que a base não fique com furos quando este derreter.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *