dia 196 – para o bem e para o mal (ou sopa de tomate com atum e brócolos)

Nem devia fazer este post, mas este blog é uma forma de partilha, de coisas boas e menos boas desta vida de “caçador-recolector”.
Imaginem… semana dura no trabalho, a Vânia num congresso, não janta. Vou buscar a Inês ao infantário. Chego a casa e não tenho vontade para nada. A Inês começa a chorar por causa do sono e por ter fome… É necessário fazer o jantar dela. Coloco peixe e legumes a cozer mas não para mim porque peixe cozido à noite não me “cai bem”. Apetece-me uma piza. 
“Se calhar consigo fazer uma base para piza com a mesma massa das crackers… tenho ali atum e brócolos cozidos para recheio, adiciono um ovo… serve… vou meter a Bimby a fazer molho de tomate enquanto dou o jantar à Inês”, pensei. Refogado de cebola, alho, cenoura ralada. Adiciono o tomate, tempero com sal e deixo cozinhar 15 minutos.
Dou o jantar à Inês, que termina a chorar novamente, perdida de sono. Lavo-lhe a boca e as mãos, mudo-lhe a fralda e meto-a na cama. Quando regresso à cozinha para tratar da piza, perdi a vontade de ter esse trabalho. 
E agora? “Que se dane”, pensei. Juntei uma lata de atum e os brócolos cozidos ao molho de tomate, adicionei algum do caldo de legumes que sobrou da cozedura do jantar da Inês, cozinhei 5 minutos. Resultou numa espécie de sopa de tomate com atum e brócolos. Servi com uma malagueta fresca (muito picante), algumas sementes de girassol e um fio de azeite. A surpresa é que até ficou boa. 
Fiz este post antes de ir arrumar a cozinha (enfim, melhores dias virão…).

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *