dia 605 – couve-flor, presunto e a constança

Apetecia-me um pequeno-almoço reconfortante. “Deixa ver o que encontro aqui no frigorifico…”, pensei. “Uhmmmm couve-flor…. presunto…. tem de servir….”. Enquanto preparava o pequeno-almoço da Inês cozi a couve-flor com água e sal. Preparei azeite, oregãos e vinagre num prato de sopa. Cortei 2 ou 3 fatias de presunto em tiras. Quando a Inês acabou de comer estava pronto. Foi só envolver tudo, rectificar temperos e comer a ouvir a história da Gansa Constança. 
Simples e do melhor!!!! Mais fotografias em baixo.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *